Tenho de recomendar aqui no P&P o que tomei ciência através do CafeHistória, rede social ning de Historiadores. Tecnologia e educação, rumando juntas:

Portal do Professor e Banco Internacional de Objetos Educacionais são as apostas do MEC para subsidiar educadores com conteúdos Quem é professor, sabe muito bem: dar aula é muito mais do que falar para estudantes. Dar aula é um compromisso social, um compromisso que exige ética, estudo e, sobretudo, muita dedicação. Especialmente nos dias de hoje, quando os alunos estão em contato cada vez maior com as novas tecnologias e diversas fontes de informação fora da sala de aula. Sabendo deste desafio, o Ministério da Educação brasileiro lançou, há pouco menos de dois anos, o Portal do Professor.

Segundo o MEC, o objetivo principal do site é oferecer subsídios para o professor construir seu plano de aula, pesquisar, trocar idéias e práticas pedagógicas com outros colegas, garantindo a integração dos mais diversos profissionais da educação pública – mesmo os que estão longe dos grandes centros – por meio da internet.
O site faz parte da política de informatização das escolas implementada nos últimos anos pelo governo federal. O plano do governo prevê ainda a instalação de 25 mil laboratórios de informáticas, além de milhares de escolas com banda larga e a capacitação de professores. No “Portal do Professor”, há chats, blogs, seminários online e links de bibliotecas digitais, bem como de museus.

Na página inicial, o internauta vai encontrar uma interface bastante simples e intuitiva. Há diversos botões, que vão desde recursos educacionais até por cursos e materiais de apoio, passando por um “Jornal do Professores”. Profissionais de todos os segmentos são beneficiados pelo portal.

As novidades não ficam, porém, por aí. Foi lançado em paralelo, o “Banco Internacional de Objetos Educacionais”, site que permite acesso a vídeos, animações, jogos, textos, áudios e softwares educacionais. Os conteúdos do banco vêem de países como Argentina, Canadá, China, Alemanha, França, Itália, Holanda, Portugal, Reino Unido e Estados Unidos. É mais uma tentativa do MEC em oferecer elementos educacionais para os milhões de professores brasileiros.

Se você se interessou pelo Portal e pelo Banco, pode acessá-los clicando nos links abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA