Disco Vinil

Abro o P&P Tech de hoje com uma citação do Café História que li:

“Em uma galáxia muito, muito distante, existia um mundo onde a música era um artigo de produção e de consumo muito caro, onde algumas poucas gravadoras detinham o poder sobre a cultura produzida nos violões, guitarras e pianos”. Se você pensa que isso é um enredo de um filme de ficção científica, ledo engano. É a mais pura realidade. Enquanto você lê este texto, o mundo musical está sendo sacudido por uma verdadeira revolução digital. E o símbolo dessa revolução se chama “Jamendo”.

Para os saudosistas de AudioGalaxy, para os antigos usuários do Napster, para os famigerados baixadores de redes P2P, o Jamendo é apenas mais uma fonte de música. Porém, o Jamendo já nasce sendo a maior comunidade virtual de música livre, legal e de publicação ilimitada sob as licenças Creative Commons do mundo. A mudança no sentido de baixar músicas é muito, muito grande.

O argumento das bandas que não há como se manter sem vender discos começou a cair quando grandes bandas como o Radiohead começaram a disponibilizar suas músicas e discos completos para download. Através do Jamendo, os artistas de promovem, e ainda podem ser remunerados com participação de lucros via publicidade.

De acordo com alguns levantamentos, a rede do Jamendo possui mais de 33 mil discos para download gratuito e legal. Eles são facilmente classificados muitos gêneros: rock, indie, jazz, instrumental, hiphop, funk, trance e outras dezenas. Mas, para além de uma “fonte”, o Jamendo se propõe em ser uma rede social colaborativa. Ou seja, os usuários fazem resenhas, comentam, dão dicas e até podem doar diretamente grana aos seus artistas favoritos.

Então, porque não dar um pulinho e conhecer o projeto? Aqui está o:

DEIXE UMA RESPOSTA