Cine3D

Assiti a um show. Mas não de forma normal. Assisti a um show no cinema. Isso mesmo, no cinema. Fui ao cinema ver a reapresentação do The Big Four Live, show que reuniu no mesmo palco Metallica, Slayer, Megadeath e Antrax. Pra quem não sabe, o show ocorreu dia 22 de junho na Bugária e foi transmitido pra todo o mundo via satélite em salas de cinema de alta definição. Foi um show muito bom, mas confesso que bater cabeça no cinema é estranho, sobretudo porque ela vai de encontro a poltrona da frente. Mais estranho foi ver pessoas de pé e fazendo rodinha na frente da telona. E daí? Que algo tão pessoal tem a ver com o Pare & Pense Tecnologia? Bem, há muito a se discutir, pois o conceito de entreterimento está em jogo.

Não é novidade o fato de cinemas exibirem shows, sobretudo com o advento da tecnologia 3d.  Não assisti o show em 3d, mas quem já viu a banda favoria em três dimensões, com som digital, disse que é sensacional. Ocorre que o Big Four foi um marco ao transmitir ao vivo, e talvez essa tendência se consolidará. Discutamos prós e contras dos shows vistos em telonas:

  • No cinema a qualidade de som é superior ao show ao vivo, sobretudo em ambientes abertos. A acústica vem direto da mesa de som, não há ecos ou reverberações;
  • Ao vivo o fator emoção é maior, não há rodinhas em cinema. Assistir shows estaticamente é bem diferente de fazê-lo defronte aos astros;
  • A segurança de ver os shows nos cinemas é maior;
  • O efeito catarse em ver os shows no local é maior. A interação com o evento não ocorre nos cinemas (vaias, aplausos, etc.);
  • O preço dos show em cinemas é menor;
  • A diversão coletiva em cinemas é menor;
  • A visão do palco em cinemas é maior, com câmeras exclusivas, etc;
  • O conforto nos cinemas é maior que ficar horas em pé, muita vezes esmagado nas grades.

Vale a pena lembrar que a participação “virtual” em eventos não é tão novidade assim. Na Copa de 2002 no Japão e na Coreia os jogos eram transmitidos em estádios que não sediavam jogos. O público pagava ingresso e ia para estádios vazios em que se projetavam os jogos ao vivo. Creio que foi uma das primeiras experiências desse tipo. A copa de 2010 teve várias “Arenas Fifa” com as transmissões de jogos em alta definição gratuitamente, com shows posteriores. Foi uma febre em todo o mundo e aqui no Brasil foi montada nas areias da praia de Copacabana.

Porém agora, com a vinda do 3d e a entrada massiva de shows em cinemas, acho que essa tendência se consolidará. Então, que acham?

Site do Big Four: http://www.thebigfourlive.com/

DEIXE UMA RESPOSTA