Mídia Kit e os Cifrões

A publicidade evoluiu! Não é novidade dizer – e quantas vezes já ouvimos – que com o “avanço das tecnologias e a facilidade de acesso à internet” e outros clichês que não agüentamos mais ouvir, as agências perceberam um novo nicho. Um novo tipo de canal para divulgar produtos e serviços. E assim nos percebemos trabalhando com as “Mídias Sociais” – e criamos o cargo Analista de Mídias Sociais.

Perfis de Facebook, Twitter e Orkut viraram alvos de agências em busca de espaço publicitário. Mas foi com os blogs que tudo começou! Neles é que foram plantados os embriões do que chamamos hoje de Mídia Social.

E nos último 10 anos tivemos um BOOM, tanto de perfis em Redes Sociais como em número de novos blogs. Mas o que chama a atenção é que por mais que os blogueiros tenham percebido ai uma forma de “monetizar” sua brincadeira, ELES NÃO EVOLUIRAM com as tecnologias e parecem – na soberba dos que se acham acima do offline e do online – que não fazem a menor questão de se adequar ao mercado. Prova disso é que a maioria dos blogs – e estou falando dos com mais de 30 mil acessos mensais – não tem Mídia Kit disponíveis online. E boa parte nem Mídia Kit tem!

Amigo blogueiro, se você não sabe o que é Mídia Kit, PARE AGORA DE LER e “já pro Google”.

Amigo leitor, se você não sabe o que é, explicarei rapidamente: Mídia Kit é o curriculum do blog, é como o blogueiro deve “vender seu peixe”. Funciona como uma vitrine, onde devem conter algumas características atraentes do blog e os preços das peças publicitárias – banners e etc.

Ok, boa parte dos blogueiros não são publicitários e não são obrigados a entender deste tipo de coisa… blablabla! PORCARIA NENHUMA! O Seu Manuel da padaria também não é publicitário mas sabe que tem que botar na porta dele um cartaz escrito “pão quentinho”, para vender mais que o concorrente! E você, blogueiro, que fica esperando um pobre analista de mídias sociais te ligar pra saber TUDO sobre seu blog, mal sabe que perde para o blog ao lado, que já tem tudo bonitinho, online!

“Se você não quer se vender, pelo menos deixe um contato pra receber mimos de agência.”

O pior é que muitos vão a congresso, lotam palestras sobre monetização mas mesmo assim não montam um Mídia Kit.

Alguns ainda tentam, com muita boa vontade (#NOT), mas esquecem de um monte de informações, fazem do Mídia Kit uma auto-promoção, sem relevância nenhuma para quem quer comprar seu espaço. É para esses que escrevo esta lista de bizarrices.

Os 10 maiores erros em Mídia Kits

1 – Não ter um Mídia Kit

Se seu blog é apenas para sua família e uns poucos amigos, ok! Se você não quer “se vender para o sistema” e quer permanecer imaculado, ok também! Agora se você tem um blog e pensa em ganhar uma graninha, nem que seja para pagar o cinema do fim de semana, não ter um Mídia Kit é no mínimo burrice.

2 – Mídia Kit = Sobre(About) = Fale Conosco

Amigo, não confunda as coisas! Uma coisa é a área de contato do seu blog/site, outra é ‘o que é seu blog/site’ e outra é seu espaço comercial! Aos olhos de quem está procurando blogs parceiros, uma coisa dessas parece economia porca. Dedique 1 hora de um único dia preparando algo específico, não vai doer nada.

3 – Não saber como nomear o Mídia Kit

Você não é obrigado a dar uma de redator, pensar em namings e coisa do tipo. Mas está CHEIO de blogs com materiais de mídia, então use-os como exemplo. Os nomes mais usados para sinalizar onde se encontra seu Mídia Kit são a própria palavra e “Anuncie”. O resto é invenção de moda.

4 – Kit desorganizado

Existem alguns modelos e tutoriais de como se fazer um Mídia Kit, mas não, o cara acha que sabe de tudo, afinal ele é “formador de opinião”! Daí faz seu kit de qualquer forma, sem seguir um roteiro, que tem um motivo de ser. Começa falando de si, joga os preços na página seguinte, e depois as estatísticas – muitas vezes sem sentido. No fim é que coloca sobre o que é o blog! Eu paro de ler na “auto-biografia”.

5 – Mídia Kit auto-biográfico

Isso é outro erro bizarro! Salvo se o blog é pessoal e a pessoa é uma personalidade de muito prestígio. Nunca bote sua biografia num mídia kit. Quem procura seu blog está mais interessado no seu público e no tipo de conteúdo que você posta e não se você estudou na Pedro II e já foi divorciado 3 vezes! Ah, um print do seu blog também é mais importante que sua foto pagando de gatinho. (mas se você é uma GATA, ai não tem problema)

6 – Justificativas de baixas estatísticas ou erros

NUNCA FAÇA ISSO! Não justifique porque os dados estão assim ou assado. Apenas apresente-os, citando a fonte. A matemática usada para você chegar neles pouco importa, o que importa é a veracidade. Uma aproximação – arredondamento, média e etc… – dos números é totalmente compreensível e não é crime nenhum. Todos nós fazemos isso!

7 – Textos prolixos e excesso de dados

Assim como um curriculum, um Mídia Kit não pode ser muito longo. Você não precisa contar TODA a história do blog. Muito menos deixar estatísticas dos anos anteriores. Não tem problema caprichar nos anunciantes, caso tenha tido muitos, nem nos prêmios, afinal isso ajuda a “vender o peixe”. Mas não é necessário dizer que “o blog já passou por muitas dificuldades” ou que “em 1990, pensando em escrever um livro” e resolveu montar um blog…

8 – Escrever “em breve”, quando falar de um serviço

Amigo, se você gostaria MUITO de ter um podcast, vídeocast ou webtv no seu site MAS NÃO TEM, não coloque em seu Mídia Kit que terá em breve. Mesmo que seja verdade, não fica bem. Coloque apenas o que REALMENTE já existe.

9 – Ter um serviço e não colocá-lo

Isso é MUUUITO pior que colocar o “em breve”. Isto é praticamente se boicotar! Saiba que seu podcast, seu videocast ou sua webtv são produtos que podem reder espaço de publicidade! Não deixe de citá-los e precificá-los, NUNCA!

10 – Não colocar os preços de espaço nas Redes Sociais

Esse, por incrível que pareça é o mais comum! O blog tem perfil de Facebook e Twitter. Os editores e colaboradores também tem! Mas esses perfis não são nem citados nos Mídia Kits!!! Minha gente, mesmo que seu perfil tenha apenas 200 seguidores, juntando o de todos os colaboradores e chegando a 1000 no total, já vale uma citação! Pelamordedeus! Sempre coloquem seus perfis e os custos por postagem!

Quer saber como se monta um Mídia Kit bacana, veja esse tutorial Juliana Sardinha:

Se seu blog é novo, leia essa dica aqui:

Dois ótimos Mídia Kits, para servirem de exemplo são:

Ah, você deve estar pensando: “mas eu não faço idéia de como precificar meus posts e banners!”. Uma boa dica é dar uma olhada nos Mídia Kits dos sites que você mais gosta e tem como referência. Uma média em relação a visitas/preços pode ser uma saída. Mas confesso, essa é a pior parte!

33 Comentários

  1. Uma duvida que sempre tive é: QUANDO criar o midia kit?

    Não se cria um midia kit quado acaba de criar um site né.
    Pois precisa de ter ao menos o minimo de estatísticas para se acrescentar no kit para justificar a contratação de seu espaço/serviços.

    Mas fico em duvida se deve-se esperar ter 6 meses, 1 ano, 1000 acessos diários, ou oq.

    Já li muito sobre midia kit e criação do mesmo, só não sei mesmo quando resolver cria-lo.

    Obrigado.

  2. Ótimo texto afonso, extremamente profissional, sucinto, vai direto ao ponto. Pode ter certeza de que quando for inaugurar meu blog (se tudo der certo, num futuro bem próximo) vou usar esse post como parâmetro!

  3. Quando se criar?

    Até antes do site estreiar! Mas será um mídia kit diferente. Onde você terá o que você pretende com o blog e que tipo de público você espera atingir.

    Logico que a chance de você conseguir algum anunciante é pequena, mas já pode servir para seu blog ser reconhecido e lembrando por quem trabalha com Mkt Digital.

    Na minha opinião, um blog que estreia com um projeto de mídia kit já mostra que pode ser potencial parceiro!

  4. Perfeito, só faltou mencionar sobre o formato.

    Eu particularmente prefiro apresentar tudo em uma página, porém no final dela também disponibilizo o link do .pdf, afinal o cara pode querer apresentar o midia kit em uma reunião ou algo do gênero.

    A parte do custo fica fácil de você usar o modelo CPM e colocar no final um “estamos aberto a outros formatos”.

    Os perfis em redes sociais dos editores eu não costuma incluir, irei seguir a dica.

    PS: Já ia me esquecendo, também é importante manter as estatísticas atualizadas mensalmente.

  5. Já faz muito tempo que venho adiando a criação de um mídia kit para o meu blog. Já tenho algumas estatísticas como sexo, renda, horas de uso do pc, etc. O número de pessoas que responderam o formulário não passou de 50. Meu blog tem uma média de 800 visitas/dia. Será que já posso deixar um midia kit no ar?

  6. Ótimas dicas. Fiz o meu media kit recentemente, pois, recebi demanda de alguns anunciantes. Fiz duas revisões. Estava justamente precisando do screenshot. Abs. Parabéns.

  7. Eu tenho +/- 49mil visualizações por mes, porém apenas 14.200 são visitas únicas, vale criar um mídia kit apenas com esses dados? Porque sempre escuto o pessoal falando em 50mil, mas não sei se é mensal (visualização), únicos mensais ou diários! Confusa! Obrigada

  8. Olá! Quero agradecer as dicas, foi muito útil. Eu preciso melhorar meu midia Kit… fiquei com um pouco de receio de mostrar meus gráficos, mas é o que eu tenho parar mostrar! O que me preocupa é como formar os preços…alguém faz ideia? Pode nos ajudar com mais dicas? Abraços e Sucesso!

  9. muito bom esse tutorial, tav querendo fazer um midia mas como um dos meus blogs é recente(3meses) achei que não iria valer a pena mas depois de ler as dicas acho que posso conseguir algo (400 seguidores na fapage + 1500 amigos no meu perfil e acesso diario em torno de 2mil) vou criar um e ver se consigo. Obrigado por partilhar esse conhecimento. bom final de semana

  10. Amigo, discordo atualmente com a última dica. Sei que esse é um artigo de 2011 e agora falo de 2013, mas é terminantemente proibido pelo Facebook e outras grandes midias a propaganda de terceiros em sua plataforma, sob pena de exclusão da página e até acionamento juridico.

    Assim que houveo “apocalipse das páginas”, parei imediatamente com qualquer iniciativa de vender publicidade na rede e tento me adequar totalmente as politicas para não ser punido. Outro erro comum é usarem imagens com mais de 20% de texto nas redes sociais, pode ocorrer a mesma coisa.

    Abraço.

  11. Esse post foi muito útil, porque pessoas como eu, que estão começando a voltar o blog para o comercial e que nunca fizeram um mídia kit, tem que se preparar para não cair nas pegadinhas .

    Obg,
    umpouco-demundo.blogspot.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA