O retorno da PSN que havia sido prometido para semana passada, foi adiado para até 31 de maio. Se o retorno ocorrer no dia prometido, serão um total de 6 semanas de apagão (desde 20 de abril fora do ar).

Enquanto esperamos, exitem boatos de que a Sony estaria pensando em recompensa para quem conseguir informações sobre os hackers que causaram esses transtornos. Mas, pra isso seria necessário uma autorização da matriz no Japão, que não confirmou o plano.

No documento de resposta do presidente da SCEI, Kaz Hirai, ao senador Richard Blumenthal, são apontados sei passos para a melhoria de segurança dos consumidores no futuro:

  • Emprego de mais softwares automatizados de monitoramento e gerenciamento de configurações para ajudar na defesa contra novos ataques
  • Ter níveis aumentados de proteção e criptografia de dados
  • Aumentar a capacidade de detectar invasões por software dentro da rede, acesso não-autorizado e atividades incomuns
  • Inclusão de mais firewalls.
  • Mover o sistema para um novo data center, em um novo local com mais segurança
  • Apontar um novo chefe de segurança de informação

DEIXE UMA RESPOSTA