Asus também quer brincar no mercado de tablets. Mas, com eles a coisa é séria, e apresentam um modelos bastante robustos, para enfrentar de igual pra igual o iPad, veja as especificações do Asus Transformer Prime.

Um das apostas da empresa no tablet, são os  processadores da nVidia para rodar melhor aplicativos e jogos 3D no aparelho, característica que ainda é um pouco deficient nos tablets do mercado.

Tablet Transformer Prime T201

Especificações Técnicas T201

  • Processador NVIDIA® Tegra® 3 Quad-core CPU (4 núclos de 1.3 GHz)
  • 1GB de Memória RAM
  • 32GB/64GB de armazenamento
  • Tela de 10″ com touch-screen Capacitivo (Conheça as Diferenças de Tela TouchScreen)
  • Câmera Frontal de 1.2 MP e traseira de 8 MP (com flash)
  • Wireless
  • Entradas: Áudio (Headset/Mic), USB 2.0 (Permite teclados e mouses), MicroHDMI, MicroSD e SD Card (Cartão de memória SD)
  • Acompanha Cabo USB, Fonte de Alimentação e Case de Proteção com teclado.
  • Android 4.0

Nós aqui do Tambotech costumamos falar de tablets de baixo custo, mas, modelos como esse Transformer não podem ficar de fora e, diga-se de passagme, o nome Trasnformer Prime não é a toa. O tablet parece um robô gigante se comparado aos modelos com Android que se vê no mercado.

A começar pelo processador, o mais comum nos baixo-custo é a empresa investir em varias features e talvez até inúteis e negligenciando o processador. O resultado disso, é o que todo mundo já deve ter ouvido falar de tablets chineses: rednimento ruim ou muitas vezes péssimo.

No caso do amigo aqui, não precisa ter medo que isso não vai acontecer, MESMO. O processador fabricado pela gigantes das placas de vídeo nVidia, além de ter uma frequência altíssima e acima da média (o normal são 600~800 MHz), ele ainda é Quadcore, ou seja, seu tablet vai rodar Angry Birds, Facebook e até mesmo aqueles MMOs coreanos em 3D. Tudo ao mesmo tempo. Uma grande aliada para isso é a memória de 1GB que facilita a vida de todos os usuários multitarefas assim como eu.

A tela é maior que o padrão de 7 polegada e permite o multitouch que é interessantíssimo e bastante útil em várias ocasiões, sem contar os joguinhos claro. Sem contar a belissima resolução da tela, que conta até com uam mini entrada HDMI(recomendo).

Outra coisa difícil de se ver nos tablets é câmera, alguns até tentam mas normalmente quando o fazem não sai legal. Duas cameras com qualidade ruim, Uma camera com muitos pixels e nenhuma qualidade. No caso da T201 se trata de duas câmeras, a traseira que quebra aquele galho maroto quando se precisa de uma videoconferência ou coisas do tipo, e a traseira que possui qualidade excelente e o grande diferencial do flash.

O armazenamento do Transformer também supera fácil os concorrentes, o procedimento padrão é comprar um tablet com (no máximo) 8GB e compensar com o cartão de memória. Com o prime, seja o melhor de 32 ou 64GB, você vai colocar música, aplicativo, foto, jogo, video, gibi e ainda vai sobrar espaço. 32GB é um espaço MAIS do que suficiente para um dispositivo portátil como uma tablet. 64Gb nem se fala.

O queridinho desse modelo é a versão do Android: 4.0, conhecido como Ice Cream Sandiwch. É a mais recente versão do SO gratuito do Google e está melhor do que nunca. Além do nome e logotipo carismáticos, essa versão do android está mais estável, mais bonita, novas funções, Flash Player funcionando sem problemas e até mesmo captura de tela nativa.

Conclusão

Como deu pra perceber, elogios não faltam ao Transformer Prime, ele é realmente um tablet bem completo que cumpre todas as propostas e vai além do que se precisa. O único ponto “negativo” é o alto preço, que na verdade, é até aceitável para o que este tablet proporciona.

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA