Pela primeira eu vou escrever um texto mais pessoal e de expressão no Tambotraising, isso me faz lembrar que Blog basicamente é um díário na internet, mesmo achando esse termo um pouco ultrapassado, não deixa de ser atual, é como uma música ou filme que não fica datado pela sua época.

Parece ser fácil ser técnico de informática ou da suporte para uma pequena ou média empresa, na verdade não é dificil. Alguns clientes questionam muitas vezes os nossos preços baseado em que tudo ficou mais rápido ou mais fácil, mas a maioria dos nossos clientes esquecem que muitas vezes o preço que nós damos é muito mais pela responsabilidade que temos do que pela nossa capacidade. Hoje, qualquer pessoa pode entrar no Google e procurar um tutorial ou uma vídeo aula, o objetivo desse blog inclusive além de questionar algumas noticias é sobretudo ajudar as pessoas que estão a mercê de uma busca.

Errar é Humano

Mesmo com bastante experiência, prática e conhecendo bem o ambiente. Erramos, todos, mais cedo ou mais tarde vamos errar, isso é bom, porque basicamente vamos aprender com os nossos erros. As vezes aprendemos também observando o erro dos outros.

Mas, algumas profissões delegam responsabilidades e a falta de conhecimento de quem nos contratam ajuda a criar um ambiente sujeito a muitas falhas. Formatar um computador é algo simples, até mesmo um servidor não é algo tão complexo, o problema mesmo é restaurar todos os dados e todos os processos para que tudo funcione.

Backup, sempre o Backup

Essa semana, recebi a notícia que infelizmente esqueci de salvar um banco de dados de uma média empresa. Um Mega as vezes pode representar o pagamento de 100 pessoas, formatar uma maquina de uma secretária ou gerente, qualquer falha, pode representar danos enormes. O que quero mostrar que a responsabilidade de muita gente fica em nossas mãos. Pequenas e médias empresas, quase sempre tem um sistema não centralizado, equipamentos ultrapassados e equipamentos não designados para tal, diversas vezes você vai encontrar o “servidor” da empresa sendo a maquina da gerente ou da secretária, alguns escritórios não tem espaço para mais nada e funcionam como uma empresa completa.

O erro não é seu

Quando um técnico chega em uma empresa nova por melhor auditoria que ele faça, sempre falta alguma coisa, pior, só vão descobrir que está faltando algo no dia que for precisar e sempre em cima do prazo.

A falta de organização do empregador e a falta de organização da empresa em todos processos como um todo vão sempre gerar falhas que vão ficar na responsabilidade muitas vezes no “Garoto do computador”.

O caso da menina Stephanie que faleceu aos 12 anos

A pouco tempo tivemos uma fatalidade que aparecer em diversas mídias, o caso da menina Stephanie que faleceu aos 12 anos, ao ser medicada incorretamente, desde do inicio da da noticia a coisa que me chamou atenção foi os frascos dos dois medicamentos:

Frascos dos Medicamentos, Caso Stephanie
Frascos dos Medicamentos, Caso Stephanie

Será que nossas “autoridades competentes”, competentes?, eu acho um absurdo acusar a auxiliar de enfermagem nesse caso. Claramente você verifica como podemos deixar uma pessoa numa situação de falhas, e tanto estou certo no que estou afirmando que em menos de 15 dias do falecimento da menina, o Hospital de SP afirmou que vai alterar as embalagens.

Correção

Antes de mesmo de uma auditoria na rede da empresa, é preciso que você mude toda empresa, SIM, você o “Garoto do computador” vai ter que mudar a empresa como um todo. Requerer planilhas, organogramas, procedimentos, pessoas cargos e mudar tomadas de lugar.

Informática é “informação automática” se você não conhecer todo percurso da informação da empresa do inicio ao fim, você será julgado sozinho por um conjunto de falhas dos outros!

5 Comentários

  1. Pois é… Todos acham tudo muito fácil hoje em dia e equecem que eles mesmos não sabem fazer, senão, porque chamar um tecnico?
    Enfim, é como voce disse… O preço é relativo a responsabilidade e garantia do tecnico…

  2. Como todo profissional em informática, nós acabamos sendo conhecidos como “aquele cara que sabe mexer em computador”. Em toda a minha jornada na área de informática já passei por vários setores dessa área, inclusive na área de manutenção de computadores – apesar de hoje ser um profissional analista de sistemas.

    Essa situação relatada pelo Gabriel, já vivi na pele e sei exatamente o que ele está falando. Me lembro bem de um episódio de um grande escritório de contabilidade da cidade de Saquarema onde me vi obrigado a formatar e reinstalar tudo o que tinha na máquina e como todo bom profissional fiz o meu próprio backup antes de questionar ao dono do escritório sobre quais eram os dados importantes naquela máquina. Lógico que ele empurrou a tarefa para o “menino que apertava os botões” do escritório. O coitado nem sabia direito o que tinha na máquina – era o tipo de usuário programado para fazer o que era necessário.

    Mesmo hoje em dia, com tanta informação difundida, ainda é muito difícil encontrar usuários que tenham responsabilidades de fazer periodicamente seus backups… e existem até aqueles que fazem backup nos seus próprios HD’s e ficam tranquilos até o dia que o problema aparece. É triste mas acontece.

    Infelizmente temos de ser precavidos por nós mesmos e pelos outros.

  3. Isso ae… o o conhecimento deve ser valorizado. Assim como me falou uma vez em uma conversa o qeu parece mundano, simples, e as vezes nada, deve ser valoriazado pois isto só tem esta aparecna pelo perfil do profissional. boa a metéria. xD

  4. Cara, gosto muito do seu jeito de escrever. AMO tecnologia mas me sinto leigo em diversos assuntos, por isso leio, sigo e escrevo no seu blog. Achei muito interessante seu ponto de vista em relação a enfermeira acusada de matar a menina. Se fosse um médico, ele seria acusado? rsrsrsrs

    Tenho uns 10 amigos médicos e eles me confirmaram que um dos poucos crimes que levam a cassação do CRM é, acreditem, falsificação de documentos, falsidade ideológicas. Essas mortes são consideradas erros de trabalho, penso eu. O que é até aceitável do ponto de vista proffissional.

    Infelizmente médicos erram com vidas. Eu por exemplo, se analisar uma ação errado, posso perder $$ do cliente.. Enfim…Creio que as pessoas deveriam ser menos hipócritas.

    Médicos sofrem. Corretor de bolsa sofre…”Garoto da informática” então, nem se fala. Por isso larguei meu curso técnico. hehe

    Tô contigo!

  5. Isso acontece com frequência e cada vez mais por conta da inclusão, o baratinho às vezes vale mais a pena para certas pessoas;

    “O sobrinho da minha amiga faz isso”
    “Meu filho está na internet o dia todo, isso é mole para ele”

    Muitos clientes me procuram por erros dos outros, vejo muita gente que fala que seu site por exemplo é otimizado para o Google e vejo cada vez mais que o mercado está cheio de gente que diz que sabe e não sabe.

    Conhecimento é de todo dia, de novidades, não adianta ler só livros e viver do diploma da faculdades que já foi algo em tecnologia.

    Você acha que não faço cursos de atualizações e até para pegar mais coisas? SEMPRE!

    Recentemente uma pessoa que conheço falou assim:

    Ela é designer da XXX e é professora especialista de SEO na XXX(por motivos de ética não falarei a faculdade e de onde é) Bom, por status o cara fez com ela e o design ficou um lixo e de SEO não tinha nada.

    Sei que muita empresa paga achando que é barato fazer site, que é mole, mas não é assim mesmo.

    Mas elas com certeza ainda vão pecar muito, a concorrência está aí.

    Eu admiro muito seu trabalho e sei que é um dos meus 🙂

    Ótimo artigo 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA