Touchscreen

Quem lembra do PalmOS com a canetinha touch? Eu sempre me perguntava como era possível aquilo funcionar. Touchscreen era uma coisa de outro mundo e não faz muito tempo que popularizou e logo foram inventando mil maneiras de aplicar a tecnologia. Com o lançamento do Kinect e alguns cérebros criativos, hoje já é possível transformar qualquer superfície em touchscreen.

No último ano, a Microsoft anunciou o seu programa Kinect Accelerator, prometendo ajudar dez startups a trazer suas ideias para o sensor de movimento do controlador de videogame para serem concretizadas. Bem, depois de receber mais de 500 aplicativos que a empresa fez a sua decisão, e acabou por escolher 11 projetos no total.

Cada startup vai ter de abril a junho em Seattle com um escritório e US $ 20.000 em investimentos da Microsoft. Enquanto alguns dos projetos ainda estão sob sigilo, a maioria está ligada à na página Accelerator Kinect da Microsoft e um monte de startups têm algumas ideias bastante inovadoras.

A UBI trabalhou de perto com a Microsoft para criar um sistema que usa um projetor em combinação com um sensor Kinect para criar um touchscreen virtual que pode ser moldado em qualquer superfície.

Como muitas empresas já têm projetores instalados, a maioria vai simplesmente ser capaz de comprar um Kinect para Windows do sensor e 149 dólares software da Ubi para virar um projetor em uma unidade de touchscreen.

E o preço, tio?

  • BASIC — com 1 ponto de toque e limite de tela até 45 polegadas, sai a US$ 149,00
  • PROFESSIONAL — com 1 ponto de toque e limite de tela até 100 polegadas, sai a US$ 379,00
  • BUSINESS — com 2 pontos de toque e limite de tela até 100 polegadas, sai a US$ 799,00
  • ENTERPRISE — com 20 pontos de toque e limite de tela até 100 polegadas, sai a US$ 1.499,00.

Lembrando que você precisa ter antes de tudo um Kinect  para que o App funcione corretamente.

Compensa?

Bem… se você for comprar para uso pessoal, aconselho pensar muito bem antes de comprar. O preço do Kinect mais o App, menos o projetor pode ainda sim ficar salgado e muito para apenas ter um monitor touch screen. Já para uso empresarial é altamente recomendado, principalmente para quem quer fugir das apresentações em PowerPoint.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA