Home Internet Redes Sociais

Facebook contratará 3.000 para ajudar na remoção de conteúdo impróprio

O Facebook Inc vai contratar mais 3.000 pessoas no próximo ano para responder a reportagens de material inadequado na rede do Facebook e acelerar a remoção de vídeos que mostrem homicídio, suicídio e outros atos violentos, foi o que foi dito por Mark Zuckerberg.

A tentativa de contratação mostra o reconhecimento do Facebook que precisa de mais do que software automatizado para melhorar o monitoramento de posts na internet.

O Facebook Live, um serviço que permite a qualquer usuário transmitir ao vivo, foi prejudicado desde o seu lançamento no ano passado por usuários que transmitem violência.

Zuckerberg, co-fundador da empresa, diz que em um post no Facebook que a equipe estará além das 4.500 pessoas analisando esses conteúdos diários e verificando os posts que podem violar os termos de serviço da empresa.

Pela o que consta está atitude foi dada a partir da “viralização” do polêmico vídeo que ocorreu na semana passada de um pai na Tailândia matando sua filha em em seguida se suicidando pelo Facebook Live. Depois de mais de um dia online e cerca 370.000 visualizações do vídeo só assim o Facebook o removeu.

Zuckerberg afirma que existe uma força tarefa para tornar esses vídeos mais fáceis de serem denunciados pelos usuários comuns do Facebook e assim serem passados a equipe de ação para que o mesmo seja retirado mais rapidamente.

Se espera que estes novos 3.000 funcionários agreguem novos cargos e monitorarão todo o conteúdo do Facebook, e não apenas vídeos ao vivo. Até o presente momento a empresa, Facebook Inc, não disse onde as vagas serão disponibilizadas, mas visto a abrangência de conteúdo internacional pode ser que abra inscrições por todas as partes do mundo.

Fonte: Reuters

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here