Home Suporte

O Skype: tornou-se uma porta de entrada de malware no Windows

Os ataques ao Windows tomaram as mais variadas formas e são cada vez mais inusitados.

A procura para enganar os usuários e assim conseguir infectar as máquinas com malware ou vírus se tornou mais incisiva e utilizada de varias formas e agora foi descoberta mais uma.

O Skype vem sendo usado para tal, como “suposta” solicitação para utilização do flash, o sistema é infectado.

Este novo ataque foi detetado no final da semana passada e visa os usuários do Skype, na versão para o Windows. A porta de entrada é através da publicidade que o Skype mostra aos usuários, que depois são atraídos para a suposta atualização do Flash.

São vários os usuários que estão se queixado do problema, sempre mostrando que o denominador comum é a suposta atualização do Flash, visualizada por meio da notificação de publicidade do Skype.

Depois do download do arquivo que é solicitado na atualização do Flash, com apresenta o nome FlashPlayer.hta. O mesmo foi se parece a instalação da própria aplicação do Flash e após ser iniciado o processo de descarga do malware que é de imediatamente aplicado no Windows.

Após a instalação da suposta atualização os problemas começam, com o ataques do malware instalado. Existem relatos de casos de ransomware ser aplicado e bloqueiam de imediato o computador dos usuários.

Apesar de não descartar o problema, a Microsoft acha que não deve ser responsabilizada pelo mesmo, por ser uma falha de engenharia social, iniciada pelos usuários, que são enganados pela publicidade apresentada.

Tal como é normal nestas situações, recomenda-se o máximo de cuidado com os conteúdos que forem baixados da internet, em especial os que conseguem alterar o Windows, abrindo a porta para infeções de malware e até ao infame ransomware.

 

Fonte: Skype

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here