Home tecnologia

Diferentes tipos de VPNs e quando utilizá-las

A maioria de nós concordaria que usamos a internet diariamente para assuntos pessoais ou comerciais. Até agora você não teve problemas em termos de segurança com o seu uso da internet. 

No entanto, o que aconteceria se eu lhe dissesse que a sua internet não é segura? Bem, você tem uma senha WiFi e outras coisas, mas e uma VPN? Você é uma pessoa que precisa dela?

Geralmente falando, uma VPN ou Rede Privada Virtual é um grupo de computadores ou redes discretas conectadas em uma rede pública, como a Internet. 

Uma VPN protege a conexão web do seu computador para garantir que tudo o que você recebe e envia seja criptografado e oculto dos olhos curiosos. 

Tipos de VPN: Conheça as melhores

Então, primeiro, como é que sabes se precisas de uma VPN? Em palavras simples, qualquer pessoa, desde um estudante a um trabalhador, ou alguém que queira que outros cuidem dos seus problemas de privacidade na Internet, deve obter uma VPN.

Existem vários tipos. As VPNs mais comuns são PPTP, Site to Site, L2TP, IPSec, MPLS e VPN híbrida. Discutiremos cada um desses tipos em mais detalhes abaixo de forma a que perceba quais as melhores VPN

1 – PPTP VPN

PPTP significa Protocolo de Túnel Ponto-a-Ponto. Como o nome indica, uma VPN PPTP cria um túnel e captura os dados. Um nome bastante longo para a VPN mais comumente usada. 

As VPNs PPTP são utilizadas por utilizadores remotos para se ligarem à rede VPN através da sua rede Internet existente. 

É útil para uso comercial e doméstico. Para acessar a VPN, os usuários fazem login com uma senha aprovada. 

As VPNs PPTP são ideais para uso pessoal e comercial porque não requerem a compra ou instalação de hardware e recursos adicionais normalmente oferecidos como add-ons baratos. 

As VPNs PPTP também são amplamente utilizadas pela sua compatibilidade com Windows, Mac e Linux.

Embora pareça ter muitos benefícios, há uma desvantagem desta VPN, que é que ela não fornece criptografia, que é geralmente a razão pela qual se obteria uma VPN. 

Outra desvantagem é que depende da PPP ou do Protocolo Ponto-a-Ponto para implementar medidas de segurança.

2 – VPN para Site-to-site 

Uma VPN site-to-site, também chamada de VPN router-to router, é utilizada principalmente em operações corporativas. 

Devido ao fato de que muitas empresas têm escritórios localizados dentro e fora do país, uma VPN site-to-site é usada para conectar a rede do escritório principal a diferentes escritórios. Isso também é conhecido como VPN baseada em intranet. 

O oposto também é possível com uma VPN site-to-site. As empresas utilizam-no para se conectarem com outras empresas da mesma forma, e isto se classifica como uma VPN baseada em extranet. 

Em termos simples, uma VPN site-to-site cria uma ponte virtual que conecta redes em diferentes lugares para conectá-las à Internet e manter uma comunicação segura e privada entre elas.

Semelhante a uma VPN PPTP, a VPN Site-to-site cria uma rede segura. No entanto, não existe uma linha dedicada em uso que permita que diferentes sites dentro de uma empresa se conectem para formar uma VPN, como mencionado acima. 

Além disso, ao contrário do PPTP, o endereçamento, a codificação e a descodificação são feitos com encaminhadores sob a forma de hardware ou software em ambos os lados.

3 – L2TP VPN

L2TP significa Layer to Tunneling Protocol e foi desenvolvido pela Microsoft e Cisco. As VPNs L2TP são tipicamente combinadas com outro protocolo de segurança VPN para estabelecer uma conexão mais segura. 

Uma VPN L2TP forma um túnel entre dois pontos de conexão L2TP, e outra VPN como o protocolo IPSec criptografa os dados e se concentra em garantir a comunicação entre os túneis.

Um L2TP também é similar ao PPTP. As semelhanças existem em termos da sua falta de encriptação e na medida em que ambos dependem de protocolos PPP para o fazer. 

Eles começam a se diferenciar em relação à confidencialidade e integridade dos dados. As VPNs L2TP fornecem ambas, enquanto as VPNs PPTP não.

4 – IPsec

IPsec é uma abreviação de Internet Security Protocol. IPsec é um protocolo VPN usado para proteger a comunicação da Internet através de uma rede IP. Um túnel é instalado em um local remoto que permite o acesso ao seu local central. 

Um IPsec funciona protegendo a comunicação do protocolo de Internet, verificando cada sessão e criptografando individualmente os pacotes de dados durante a conexão. 

Existem dois modos nos quais uma VPN IPsec opera: transporte e túnel. Ambos os modos protegem a transferência de dados entre duas redes diferentes. 

Durante o modo de transporte, a mensagem é codificada no pacote de dados. No modo de túnel, todo o pacote de dados é criptografado. 

Um benefício de usar uma VPN IPsec é que ela também pode ser usada em conjunto com outros protocolos de segurança para fornecer um sistema mais robusto.

Embora um IPsec seja uma VPN valiosa, uma grande desvantagem de usar este protocolo são as dispendiosas e demoradas instalações no lado do cliente que devem existir antes do uso.

Estes são os 4 tipos de ligação VPN mais seguras. E por aí? O que utilizam?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here